Cuidado com as árvores na Alemanha

Há muito tempo não posto nada sobre a Alemanha. Que bom. Prefiro escrever sobre o Brasil. Mas de qualquer forma tive uma super experiência por lá e sempre vou ter muita coisa pra compartilhar.

 

A gente sempre tem uma mania de valorizar a Alemanha, achar que as coisas são melhores por lá. Não gosto muito disso. Temos muito potencial; tem muita coisa que nós fazemos melhor que eles.

A própria questão da inclusão social. A desigualdade pode ser maior por aqui, mas acho que aos trancos e barrancos sabemos lidar melhor com ela; e com a imigração, principalmente de gente procurando asilo político, fugindo de guerra ou perseguição religiosa, essa desigualdade vem sendo um grande problema, sim, diferente do que a gente pensa por aqui.

 

Mas ARBORIZAÇÃO NÃO É UMA DELAS!!

Quando o assunto é jardinagem e principalmente Silvicultura Urbana infelizmente todos os clichês são reais. Eles dão de 7 a 1 na gente.

Vou postar umas fotos e tentar falar pouco; deixá-las falando por si.

 

Não vou falar de jardim. Só de árvore.

Repare em todo o cuidado que elas recebem:

 

Mauricio Felix - NJ.41.1

 

Tutoramento por toras de madeira, três ou quatro por árvore, só às vezes duas, ou mais raro ainda uma.

 

Mauricio Felix - NJ.41.2 Mauricio Felix - NJ.41.3

Veja que engenhosa a forma como eles amarram. A corda passa pelo caule três vezes, e em cada uma permite crescimento em uma direção; no final ela pode crescer para todas as direções mas sem perder a sustentação.

 

Amarração em diversos pontos, livre de estrangulamento. Mas também já vi estrangulamentos.

 

Mauricio Felix - NJ.41.4

Mauricio Felix - NJ.41.5

 

Canos de drenagem para aplicação de adubos sob as raízes. SUPER COMUM. A maioria das árvores têm.

 

Mauricio Felix - NJ.41.6

 

Área drenante ao redor do colo da árvore.

 

Mauricio Felix - NJ.41.7

 

Quero acrescentar que isso tudo É A REGRA. Não a exceção. Mesmo longe da cidade, em zona rural, encontrei árvores com todos esses cuidados que eu citei.

 

Mauricio Felix - NJ.41.8

Isso não é uma área com trânsito de pessoas, é uma área adjacente a um trilho de trem abandonado.

 

Mauricio Felix - NJ.41.9

Isso era bem longe do centro da cidade, quase estrada. Repare que a árvore tinha espaço pra crescer e receber água pelos outros lados, mas fizeram questão de permeabilizar todo o perímetro dela.

 

Problema que nós não temos: proteção do caule contra o frio.

 

Mauricio Felix - NJ.41.10

Mauricio Felix - NJ.41.11

 

Isso também evita o aquecimento repentino do caule pelo Sol com a chegada da estação quente, o que causaria expansão e rachadura. Pintar de branco também serve pra isso, já que reflete a luz (lá; aqui não precisa). Me disseram que eles tiram a cor depois, quando não é mais necessário (não reparei).

 

Mauricio Felix - NJ.41.12

 

Poda. Isso eles fazem com muito cuidado. Repare que o sujeito usa um cesto só pra retirar gravetos; não é poda de galho grande. Bom, eles são exagerados com segurança no trabalho; é o jeito alemão.

 

Mauricio Felix - NJ.41.13

 

O profissional que nós não temos: o Baumpfleger! – Arborista.

 

Mauricio Felix - NJ.41.14

Super comum: amarração dos galhos da árvore quando há risco de se quebrarem com o vento. Isso depois de uma análise do Baumpfleger.

 

Tive oportunidade de entrevistar algumas pessoas que trabalhavam na área, inclusive gente da prefeitura. Consegui o custo para a prefeitura da implantação de uma árvore: 3.000,00 €.

ELES PAGAM.

Em Piracicaba: R$ 19,14 mais o preço da muda (no padrão usado costuma ser de uns R$ 4,00 a R$ 6,00, direto do produtor; mas lá eles produzem tudo) e dos insumos (muito vem de doação da usina de açúcar e da empresa que faz poda, uma parte é comprada). Faço a comparação porque obtive as informações para o meu TCC, sobre a Arborização Urbana nos dois municípios (na Alemanha: Heidelberg).

 

Mauricio Felix - NJ.41.15

Mauricio Felix - NJ.41.16

Veja o tutoramento deste Cedro-do-Líbano. Diferente do mais comum. Não é feito com tora ou vara na altura do tronco. É uma espécie de ancoragem. Note que o caule pode engrossar sem ser estrangulado.

 

Outra informação interessante: a lei diz que qualquer serviço de engenharia deve ter 5 anos de garantia. Plantio de árvores inclusive. Por isso as empresas que plantam deixam as toras de madeira tutorando as árvores por… 5 anos. Elas são muito comuns na paisagem.

 

Mauricio Felix - NJ.41.17

Concreto em volta todo furado – pra drenagem. Não bastou a área descoberta! Caule enrolado por palha, tutoramento com quatro toras e ainda por cima controle da arquitetura da copa com varetas! Isso é bem no centro da cidade.

 

Mauricio Felix - NJ.41.18

Essa também é. Ainda tem uma proteção diferente, de metal; repare que aqui também tem amarração. É… qualquer árvore lá ganha todos esses mimos.

 

Não mostro tudo isso pra dizer que a Arborização deles é perfeita. Não é. Tive a oportunidade de ver muitos erros, como o que mostrei no meu post sobre quebra vento. Mas não se compara com o que vemos por aqui.

 

Agora não quero ser chato, mas preciso mostrar como é feito por aqui. Tirei essa foto em Limeira, em frente ao Parque da Cidade. É um plantio bem recente de mata ciliar urbana.

 

Mauricio Felix - NJ.41.19

 

Repare no padrão das mudas. Elas variam de 1 a 2m. O tutoramento é improvisado, com uma ou duas varas de bambu, alguns tutores já não estão amarrados na planta e outros já sabemos que vão sufocá-la.

Essa foto ainda não permite ver como é feito com árvores de calçada; o padrão é o mesmo, mas com os problemas de solo compactado para a construção e espaço estreito para as raízes (na superfície e em volume da cova). As mudas de calçada estão mais sujeitas ao dano, por pedestres, mas o cuidado é o mesmo que com essas.

 

Mauricio Felix - NJ.41.20

 

Infelizmente isso é o padrão. É A REGRA. Não é tão fácil ver melhor que isso sendo feito.

Acho desigual mostrar tanta foto da Alemanha e só isso do Brasil, sendo que nós também temos nossa diversidade, mas achei o suficiente. Às vezes acho também que minha frustração trabalhando na área atrapalha um pouco meu julgamento..

 

Bom, não posso comentar. Isso tem uma relação muito estreita com nosso sistema público deficiente, e isso é outro assunto.

Maurício Félix

2 Comentários

  1. Meus parabéns pela materia! Sou gestor ambiental e enfrento os mesmos problemas. Meu irmão esta na Alemanha e me mandou algumas fotos. Trabalho em prefeitura e sei das dificuldades que nos da área enfrentamos. Meus parabéns!!! Foi de grande valia para mim seu conhecimento e informações!!!

    • Oi, Bene!
      Muito obrigado! Meu maior prazer escrevendo esse blog é ouvir que estou contribuindo com o conhecimento de alguém.
      Espero que isso sirva de inspiração pra você fazer a diferença na prefeitura onde trabalha!

Deixe sua resposta